Animal obeso não é “bonitinho”

Sem categoria

O post de hoje vem com um misto de informação e desabafo, portanto com um toque crítico pessoal de uma veterinária que ouve muito: “como ele é lindo, que gordinho!” Entre várias derivações dessa afirmação.

A obesidade em cães é um problema que vem crescendo abruptamente e negligenciado pelos tutores, até romantizado! As pessoas associam muito o gordinho com “fofura”, e pouco com problemas de saúde! Os cães e gatos com a nossa rotina corrida, pouco tempo para leva-los praticar exercícios, confinamento em apartamentos, petiscos em excesso e o “dar um pedacinho” do que estamos comendo tem se tornado obesos com consequências graves e comprometimento da qualidade de vida do animal.

Afecções endócrinas, osteoarticulares e hepáticas são destaques na clínica de pequenos animais, provindos ou agravados pela obesidade, facilmente evitadas com uma dieta correta e rotina de exercícios físicos, garanto que eles sofrem mais doentes do que de vontade de comer aquela bolachinha.

Amar é cuidar, mimar sem medir consequências é irresponsável, não há desculpas, não é “da raça”, não é porque castrou, não é fofinho! É negligência do tutor que pode começar a mudar os hábitos a partir de hoje, que tal trocar o pãozinho de manhã por frutas e legumes? Aproveite o fim de tarde pra um passeio com seu melhor amigo, procure seu Médico Veterinário para te orientar quanto a melhor dieta para o seu amigo, ele merece!

Mv. Stephanie Jordão

CRMV-SP: 43.637

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *