VOCÊ SABIA QUE O SEU GATINHO PODE TER AIDS FELINA E VOCÊ NÃO PERCEBER?

Pet

Não podemos pecar pela ignorância, ler esse texto pode salvar a vida do seu amiguinho!

A imunodeficiência felina é uma doença viral, causada pelo FIV, um retrovírus do mesmo gênero do HIV, o mesmo é comum em animais que tem ou já tiveram acesso à rua, ela se transmite pela saliva, comumente através de mordeduras, mas também por potes de comida e água, sangue e direto na gestação da mãe para os filhotes.

É importante se você adquiriu um gatinho de procedência incerta ou libera seu animal para voltinhas, que procure seu médico veterinário para realizar um exame de FIV (E FeLV, mas isso é assunto pra outro post), já que a doença é divida em estágios que duram anos e alguns são imperceptíveis ao tutor, no entanto sinais comuns são febre e perda de peso. Por ser uma doença que compromete a imunidade do animal, o mesmo fica susceptível a contrair diversos outros tipos de infecção secundárias, portanto um gatinho que sempre tem alguma afecção e você vive no veterinário é um grande candidato a ser portador da doença. Quando em estágio final os sinais clínicos são mais acentuados, lesões orais, oftálmicas e respiratórias, alem de alterações em exames laboratoriais.

Não existe tratamento que combata diretamente o vírus, sendo assim o médico veterinário trata suas conseqüências, isso varia com o que o animal apresenta no momento e é importante a consciência de que um animal imunossuprimido tende a recidivar aquela afecção. A prevenção é sempre a melhor escolha, manter os animais sem acesso a rua, castrados e realizar exames em um animal novo antes de introduzi-lo ao ambiente. Tutor, pode ficar tranquilo! Um animal FIV positivo não oferece risco algum aos humanos, é um amigo que vai te dar muito amor como qualquer gatinho!

Stephanie Jordão
Médica veterinária
CRMV-SP: 43.637

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *