Técnico estadual do Programa Município Verde Azul visita Rio Claro

Meio Ambiente

Divulgação
Com o objetivo de esclarecer questões referentes ao planejamento de ações para Rio Claro pontuar e buscar uma das vagas no ranking e o certificado do Programa Município Verde Azul (PMVA) em 2017, na última sexta-feira (21), um dos representantes estaduais do programa, Cássio de Oliveira, veio ao município.
A convite da equipe técnica municipal do PVMA, representada pelo interlocutor Edison Norberto de Andrade, Cássio de Oliveira fez orientações mais aprofundadas e específicas sobre o tema e sobre sediar um dos eventos de certificação, já que Rio Claro vai abrigar a segunda etapa, no dia 22 de setembro.
“Nossa intenção é que cada município fortaleça sua gestão ambiental e Rio Claro tem demonstrado estar bem empenhado nisso”, comenta Cássio de Oliveira.
“Esse é um tema extremamente importante para a cidade num todo. Visando o futuro, estamos plantando uma semente para melhorias nas questões ambientais”, afirma o prefeito Juninho da Padaria, presente na reunião.
Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o PMVA tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios, dando auxílio às prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo.
Ao final de cada ciclo anual é avaliada a eficácia dos municípios na condução das ações nas áreas propostas pelo programa. As 10 diretivas avaliadas são referentes a biodiversidade, resíduos sólidos, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, o tratamento de esgoto, qualidade do ar, uso do solo, estrutura ambiental e Conselho Ambiental.
“Este certificado reconhece a boa gestão ambiental municipal e garante à prefeitura premiada prioridade na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop). A vinda do Cássio faz parte dessa preparação”, explica o secretário municipal do Meio Ambiente, Antonio Penteado, também presente na reunião que contou ainda com representantes do Daae e de secretarias municipais.
Durante o lançamento do Selo Município Verde Azul, em junho, em Mogi das Cruzes, o secretário Estadual de Meio Ambiente, Ricardo Salles afirmou que neste ano são destinados R$ 15 milhões ao programa, dez vezes mais que o destinado em 2016.
“Rio Claro atende vários aspectos para alcançar esta certificação e receber os recursos financeiros provenientes deste programa”, diz o vereador Julinho Lopes, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal e do Conselho Fiscal do Consórcio PCJ, presente no evento em Mogi das Cruzes. Do encontro também participaram a superintendente do Arquivo Municipal, Mônica Frandi Ferreira, e o Ouvidor do Município, Carlos Marques.

Cássio de Oliveira fez orientações mais aprofundadas e específicas sobre o tema e sobre sediar um dos eventos de certificação, uma vez que Rio Claro irá abrigar a segunda etapa, no dia 22 de setembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *